expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores da tenda

18 junho 2013

Um poema de amor...




Estou com uma vontade de vir aqui escrever... O que exatamente eu não sei...
Deixarei então que o sopro dos ventos de hoe me levem...

Amor...
Um olhar, um sorriso, um brilho no olhar, um momento ambiamente olhado rapidamente entre dois seres.
O amor que causa tanta confusão, o cupido que sai flexando tantos seres ao mesmo tempo. E  ainda dizem que o pobre do coitado usa drogas. Muitas vezes somos nós que por carencia, descrenca, falta de maturidade ou qualquer outro tipo de coisa deixamos nos levar.

Deus é sábio, ele sabe a hora de tudo e para tudo. Espere, é só esperar, É tua parte. Porém não espere de braços cruzados não. O que Deus pedir em seu coração que você faça, então assim, faça, por favor, FAÇAM!

O destino sempre se cumpri. SEMPRE, porque Deus é sábio.

Poemas, versos, são tão bonitos, mas a realidade, esta é dura. E muito raramente tem volta em suas escolhas.

No baralho há a carta da Cigana (o) que docemente esperam, sempre esperam e esperam e esperam, mas um dia se cansam e ai entra a carta do rato, roubando as energias boas dos que amam.

Não deixem que o rato entre em vossos corações.

Um grande abraço de luz fraterna.


Psicografia da Cigana das Fitas!
Sofia.

2 comentários:

  1. passando para agradecer a visita ao meu cantinho http://3fasesdalua.blogspot.com

    Amei o texto e realmente não podemos deixar o rato entrar.

    bsj

    Selma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Selma, eu quem agradeco o carinho de você dividir belos textos conosco, por favor, não pare, continue sempreeeee.

      Beijos, querida!

      Sofia Clara!

      Excluir

Adoramos comentários de elogios e poder sanar suas dúvidas. Assim que puder seu comentário será aprovado e respondido.

Com amor Sofia Clara Kalinin