expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores da tenda

28 agosto 2015

Sabedoria gitana



Boa noite, pessoal! Aproveitei que estava inspirada para escrever. 


Fazia tempo que eu não escrevia por inspiração. A maioria dos textos são canalizados e uma outra pequena parte psicografados. Gosto destes momentos também em que acontecem estas palavras que somam linhas e tornam - se textos ou pequenos textos. rs  


A imagem é enorme rs. Ficaria desfocado no corpo no blogger, então eu coloquei em tamanho grande, mas clicando vocês conseguirão ver o texto com ele realmente é.  Este texto nem iria entrar aqui no blog, mas já que divulguei no meu face, fica aqui ele também.


Sabe, muitas vezes me cobro muito por não conseguir administrar bem o blog da forma que eu gostaria. Porque vocês veem apenas o blog, mas Lavinia que convive diariamente e mais uma outra amiga que me é muito querida, sabem que tudo é feito no papel. Sou primitiva ainda rs. Eu até consigo pelo celular ou pelo computador, mas não consigo fluir da mesma forma como quando eu vejo alguns médiuns que também são escritores fazerem. Isto é uma característica minha. Escrever no papel, desde criança que sempre foi. Apesar de usar e-mails, eu sou o típico da pessoa que guarda convites, cartas antigas, que envia cartões festivos, que quando dá um presente o cartão ou carta vai junto enfim... rs Como disse: característica minha. Minha marca no mundo. rs


Toda a preparação espiritual é feita e me dada, ou seja, as mensagens nos mais diversos momentos em que vocês possam imaginar. Simplesmente elas como a beleza das flores no campo chegam a mim. Após estarem no papel eu preciso verificar um ou outro erro ortográfico. 


Nota: ( Percebo que é uma característica do Povo do Oriente esta escrita o mais correta possível - Se eu contasse a vocês que eu já fui até corrigida na língua portuguesa por eles. rs Verifiquei no dicionário e estava correto. Afinal de contas não é todo dia que eu ouço a palavra TRANSGRESSORIEDADE HUMANA rs. Coisa simples, simples... Como eu não sabia que isto existia rsrsrsrsrs. Bastava me dizer trangressor! kkkkkkkk). Qualquer dia, se vocês quiserem eu posso fazer um post só sobre essas palavrinhas lindas que eles me ensinam rsrs.


Retomando após tirar do papel os escritos eu preciso corrigir uma ou outra pontuação. O terceiro passo é o de digitar tudo. O 4 é de encontrar imagens bonitas e que sejam mais ou menos parecidas com os assuntos a serem tratados. Trata las muitas vezes, por logo do blog, ver de quem foi feita, ver se o tamanho está adequado, porque as vezes fica muito grande ou muito pequena e é preciso buscar outra imagem. E iniciar todo o processo novamente. Pessoal, não é fácil! Há também o caderno de canalização onde eu preciso escrever e não imprimir tudo o que foi passado. Há alguns outros passos depois deste 5, mas isto deixa em off. rs 



Há os e-mails, os comentários, face e comunidade. E sem esquecer que há também a vida em si, da qual eu preciso cuidar. E isto eu nem mensurei o curso de baralho cigano e os jogos. rs Eu tenho sim vontade de ajudar a todos. Se vocês soubessem as loucuras que eu já precisei fazer e preciso ainda hoje para cumprir minha palavra, porém eu após ter ficado inúmeras vezes doente percebi que as coisas não são desta forma. Se eu não esclarecer alguma dúvida, se e não fazer algum jogo, se eu não fazer alguma coisa da qual eu me propus, de outra forma a pessoa terá sua resposta, como a Cigana do Oriente e a Sete Saias já me disseram tantas vezes.



Hoje eu sinto em meu coração tanta vontade de expressar estas palavras, coisas que só pessoas da minha confiança e convivência sabem. Eu sempre tive blogs. O outro perdido também, mas é neste blog e no meu último para ser mais específica que as coisas se tornaram mais pesadinhas para mim rs.  Já pensei em parar várias vezes. Nunca em retirar o blog do ar, pois tenho todos os arquivos comigo - SÃO INCLUSIVE REGISTRADOS - mas eu sei a falta que este bom conteúdo faria na vida de muitos de vocês. Fez durante muito tempo falta na minha também, pois tratar do povo cigano é uma coisa ainda nova. A 15 anos atrás era ainda uma coisa mais enigmática, mais glamourosa. E não uma real necessidade de auto conhecimento e valorização de nossos próprios seres e do nosso próximo.   Nunca pensei em excluir o blog, mas já pensei em deixar de atualizar. Ocorre que isto é uma família e eu aprendi na minha vida que família nós nunca devemos deixar para trás. Ou pensam vocês que eu também não tenho problemas?! Sim, tenho assim como vocês, mas a família espiritual é para mim assim como a carnal. Família não se deixa para trás. Mesmo tendo que abdicar de um final de semana menos cansativo, podendo usufruir de momentos de lazer, eu ainda sim não sou completa sem esta parte. Eu seria uma pessoa incompleta se eu não tivesse o blog. Não pela virtualidade em si, mas pela proporção que isto tem na minha vida, no meu ser. Pois não é qualquer espírito que chega aqui e começa a falar. E tenho a certeza que nós também sofremos ataques espirituais. Graças a Deus e em sua magnitude suprema eles não me impedem de continuar adiante.



Quanto aos e-mails, comentários e pedidos por e-mail ou aqui via blog podem continuar fazendo, pois eu adoro!!!! :) Peço apenas que evitem perguntarem no facebook, pois recebo muitos pedidos de lá e para mim fica um pouco mais complicado. Por que se concentrado aqui e nos e-mails já não é tão fácil. Imagina tudo espalhado pela net para eu ter que responder. rsrs



Meus amores, estou aberta aos envios de vocês. Muita luz, paz e caminhos e mentes abertas em nossas cabeças e corações. Beijos em formato de paz, luz e amor a todos vocês.


Eu sou feliz e realizada por ter encontrado pessoas tão especiais através deste blog! Dúvidas que me fizeram a crescer, a compreender, a aceitar. Sorrisos que eu pude arrancar e que vocês também conseguiram arrancar de mim. Sou grata a quase todos (houveram três pessoas que eu me aborreci justamente por causa de jogos, mas é passado rs). O que são três visitas ao blog perto de 205 mil visitas. Também não sou do tipo que guarda mágoas. Eu explodo logo de uma vez e depois está tudo certo. Não tenho rancor de absolutamente nada na minha vida. Sou grata a vocês. E as diversas conversas prazerosas que vocês me propuseram. Aos amigos que aqui encontrei. Meu muito obrigada!


Luciana, Marta, Marisa, Mara, Michelle, Iris, Vinicius, Angela, Patrícia de MG. E a tantos outros que não citei. Muito obrigada por tudo e por ter os conhecido através deste blog!


Sofia Clara Kalinin





27 agosto 2015

Dilermando Castro Lemos Costa



Olá, Dilermando Castro Lemos Costa! É com muito prazer que recebo você aqui em nosso espaço. Muita paz e luz à ti e aos seus! Paz e Bem.


Sofia Clara Kalinin




24 agosto 2015

A vibração das cores: cor rosa



            Cada cor representa um sistema, um arquétipo dentro da cromologia. Assim como não se deve deixar de usar uma cor, também devemos atentarmos para não usarmos demasiadamente uma única cor. Cada cor tem elementos que influem na psique encarnada e desencarnada. O fundamental nas roupas são as cores que elas vibram, fortalecendo assim seus pontos de trabalho. A energia que é trabalhada é enorme.

            O rosa é uma cor que por algum tempo neguei. Pessoalmente a cor que preferia quando encarnada era o azul. Quando passamos a integrar falanges, exércitos, egregoras precisamos ter algumas cores onde haverá um ponto de força condizente com nosso trabalho.

            Atentem bem que não é a cor que mais gostamos, e sim a cor que mais nos serve melhor naquele momento. Ciganos são povos nômades, de muitas cores, mas não em específico as cores são ligadas apenas a nós (os ciganos), tendo sido usadas por povos mesmo antes de terem o conhecimento da etnia cigana e seus meios trabalhistas.

            Nossa vida é feita de natureza, seja esta natureza humana ou mais natural ainda. Cada mineral, tipos de utilitários, ervas se utilizadas em menor grau não tem o efeito que poderia propor. Se utilizada em demasia pode estragar a natureza humana. Na cromoterapia esta ordem é obedecida também. A cor que escolhi hoje foi o rosa. Ele quando usado de menos em pessoas poderá indicar alguns problemas de afetos. Usado em demasia pode fazer a pessoa se entender demasiadamente em seus afetos. Devemos observar que as cores expressam quem nós somos.

            Adentaremos o ponto em que desejo tomar nota: o colorido nas roupas e trabalhos. Este colorido se dá por vários motivos, mas em especial citaremos dois. A energia das cores  e as lacunas que devem ser preenchidas no campo energético. Compreendam que campo áurico e campo energético são coisas distintas. Por isto normalmente os trabalhos e roupas de vários povos são coloridos.



Por inspiração da Cigana da Rosa Vermelha da Estrada

Médium: Sofia Clara Kalinin



17 agosto 2015

O uso de mirra, sândalo e hortelã.





O uso de mirra, sândalo e hortelã.


Algumas ervas são utilizadas, queimadas antes de iniciar um trabalho. Mirra, sândalo e hortelã são apenas algumas delas.


Permito – me falar sobre o uso da mirra hoje. Desde a antiguidade era usado esta erva. Um ótimo condutor energético, onde traz a pureza. Purifica o ar, traz os bons fluídos. O sândalo e a hortelã são seus acompanhantes.


Os incensos são muito antigos e não recentes como muitos ainda podem pensar nos dias de hoje. Suas utilizações eram feitas por povos hindus, orientais. Os ciganos não o criaram, apenas os espalharam. Muitos que dizem que os incensos seriam macumbarias, os chamados de não entendidos, instruo que são apenas condutores energéticos.  O que é isto? Quando uma local não está agradável, não traz bem estar, as ervas sejam em folhas ou em incensos, ou ate mesmo pedras, o que você mostrar ali como verdade que aquele elemento irá se purificar ali, assim será. É o crer para ver. Hindus acreditavam muito no poder das ervas. Os ciganos foram espalhando de continente a continente esta verdade. Hoje não se inicia nenhum trabalho espiritual sem antes limpar bem o local.


Se você já trabalhou nele lugar a dias atrás, como saber se alguma energia não muito boa foi prostrar ali? Para não arriscar, melhor é colocarmos ali uma barreira, uma proteção para a inicialização e um filtro para a limpeza depois de tudo, o que chamamos de finalização.


A mira, poucos sabem, mas tem poder curativo também. Ela restaura feridas. Antes, quando a doença chegava e os casacos brancos eram poucos e custavam muitos ouros nos usávamos a mirra. Pegávamos a folha da mirra com um preparado e cobríamos toda aquela ferida em aberto, fazendo por dois ou três dias e tudo se via cicatrizando.



Por cigana do Ouro e Cigana do Oriente
Canalização: Sofia Clara Kalinin e Lavínia









10 agosto 2015

As cestas ciganas como elemento de proteção e trabalho


(Clique na imagem e ela ampliará. Imagem meramente ilustrativa. :) )


As cestas ciganas como elemento de proteção e trabalho


As cestas ciganas em determinados locais tão pedidos fazem ainda uma certa confusão nas mentes desse mundo. Vamos explicar o que é este meio e para que deve ser pedido:


·        Pede – se quando o indivíduo precisa de um equilíbrio seja de ordem física, mental ou até espiritual;

·        Poderá – se – a pedir quando há uma forte luta energética da qual muita energia foi perdida e não está sendo reposta de forma um pouco mais rápida, precisando ser acelerada para o bem estar da pessoa na qual foi solicitada do procedimento;

·        Como forma de proteção (energética) para qualquer fim que a pessoa venha precisar de um auxílio extra;

·        Para uma melhor conexão e sintonia entre o lado carnal (médio) e espiritual (guia).


Espíritos não tem um corpo carnal, sendo assim não precisam alimentar – se destas cestas. Com base neste e em outros aspectos condizentes a nossa doutrina, não precisamos comer ou beber com fins de nutrirmos. Espíritos que o fazem estão inaptos ainda a participarem dos trabalhos na linha do oriente, que aqui é a linha pela qual zelamos e respondemos.


Cada particularidade que está composta nas oferendas ciganas, tais como: lenços, leques, vinhos, espadas, punhais, para meios explicativos é para uma determinada finalidade. O esclarecimento que deve ser feito é o de que nada em uma cesta é em vão, não ficando nada sem utilização. Cada elemento responde por um campo da vida daquele que está a entregar a formosidade (cesta). Normalmente cestas não são entregues pela noite e menos ainda no horário de meia noite, em dias chuvosos ou pela madrugada. Cestas assim não são do Povo do Oriente, estando assim o espírito (guia em que irá atender e responder trabalhando na cesta) mesclado em linhas.


      As cestas costumam serem entregues ao dia claro, com sol caso tenha é maravilhoso, pessoas com o pensamento voltado naquilo que está fazendo (a entrega da cesta) e não estar com roupas curtas. Não sendo adequadas as mesmas estarem acima dos joelhos. Isto por uma questão de respeito.


      Problema algum há na entrega quando seu sangue se está descendo em regras (menstruando). O que pode acontecer é de você não se sentir confortável para entregar devido a uma baixa energética em que há em seu organismo, mas trata – se de um ato muito relativo. Pode – se entregar normalmente desde que sina assim em seu coração.
     

      Elas são entregues qualquer dia da semana, não havendo problemas em entregar também às segundas – feiras. Normalmente quando é solicitado a cesta, avisa – se – a também o dia mais adequado a entidade, traçando um paralelo entre ele e suas respectivas linhas de trabalho. No mais façam com amor e alegria. Façam com vontade de fazer. E não se esqueçam de tomar um banho de abertura de caminhos antes, evitando qualquer peça preta.


Optchá!
Kaku Cigana Cristal de Andaluzia do Oriente
Canal: Sofia Clara Kalinin
Em 12 de junho de 2015

Blog Magia dos Ciganos do Oriente.





03 agosto 2015

As vidas de um viajante no tempo

(Clique na imagem e ela ampliará).

Olá, pessoal!!
Hoje eu vim falar de um livro que trata do povo do Oriente. Chama - se As vidas de um viajante no tempo, da autora Solange Magrin Ruiz. 

Este livro trata das três últimas existências de Omar (nome dado a ele na sua última existência terrestre). Na primeira ele era um curador em época medieval. Na segunda um bondoso rei da Itália. Na terceira e última um egípcio vendedor que passou pelas areias do deserto e lutou para fazer riqueza e montar uma boa clientela. 

Entre as três existências é respeitado e contato no livro o personagem indo para o Astral e a coisas que foi passando por lá, como também contado o que vai acontecendo acerca dos outros personagens que revezam entre plano terra e plano espiritual, hora encarnados e hora desencarnados. 

Não preciso nem dizer que é da terceira vida que Omar teve que eu mais gostei. Justamente quando ele nasce em terras egípcias. Quando Omar desencarna desta última vez é que é mostrado a ligação com o povo cigano. 

No livro vem como montar um altar para os ciganos Beduínos e também uma oração.

É um livro que li, gostei muito e recomendo. Deixo claro que não ganho nada para fazer propaganda, então o que descrevo aqui é apenas um livro que comprei, li, gostei e acho que preencherá a mente das pessoas que se propuserem a ler. Saber dos costumes Orientais e da evolução humana sempre foi meu objetivo na busca destes tipos de livros. 

Hoje ele continua desencarnado e trabalhando espiritualmente com ciganos encarnados. Sua médium é a autora deste livro. 

Obs.: O meu foi comprado na Saraiva em dezembro (29) do ano passado, mas em sebos on line com certeza acha deles. Isto é para quem não tem problemas em ler livros que já foram lidos. Como eu nunca tive problemas com isto, então fica a dica, pois em algumas vezes é bem mais barato e encontramos livros em ótimo estado de conservação.


Sofia Clara Kalinin