expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Blog's image

Seguidores da tenda

Jogo de cartas ciganas

Jogo de cartas ciganas
Mandando para 21 9 9249 1655 uma pergunta objetiva, seu nome completo e data de nascimento voce participa do sorteio de UMA PERGUNTA GRATUITAMENTE. Resultados postados aqui no blog, SEM exposição do nome.

02 junho 2013

Cigana Velha da Estrada






Eu estrava no templo espiritual, quando a cigana me chamou. Começamos aí uma bonita conversa a cerca das nossas vidas.

A velha da Estrada viu minha mãe e eu nascemos.

Cigana na qual minha vó conhece a quase 50 anos e gosta de todo o seu coração.

A Velha da Estrada gosta muito de conversar, de contar como era sua vida de encarnada. Ela sempre conta uma passagem de sua vida pela terra.

Certa vez já me disse que teve muitos filhos, gostava de andar de charrete pelo mundo a fora, ser feliz.

Fumava seu cigarrinho de palha que ela mesmo fazia na época . É dona de uma língua Casteliana maravilhosa. Sua médium, mesmo não sabendo falar uma palavra de seu casteliano super enrrolado e difícil de falar, acaba conversando assim conosco.

Suas vestes são: blusa e saia vermelhas de tecido fininho como véu, com um forro por de baixo, é claro. O pano é como que musseline.

Já me contou que gosta muito de trabalhar espiritualmente.

Ela não me disse, mas eu tenho uma forte impressão dela ser uma cigana do Klã do amor, porém como eu disse esta é uma certeza interior minha, tida através de algumas analises, mas que eu mesma nunca a perguntei, pois nossas conversas sempre são levadas para nossos sentidos pessoais.

A um mês atrás, no mês de abril de 2013, ela contou mais um pouquinho a cerca de sua passagem terrestre.

Disse que em sua época de encarnada ela chegava em um lugar com seu grupo cigano e aí ela já ia logo estendendo seu pano no chão, sentava – se e começava a ler a sorte das pessoas, lendo as mãos ou com o seu baralho mesmo.



Ela prefere ler no baralho de jogos de azar, disse que até pode ler no baralho cigano, a quem ela chama de baralho com figuras para que facilite seus médiuns caso esteja encostada, mas quando está incorporada e também em época que era uma encarnada lia o baralho de jogos de azar.

Disse que sempre gostou de ser cigana, da liberdade de estar em cada época do ano em um canto com o seu grupo cigano.

Sempre disse que teve muitos filhos, o que para uma cigana era a glória, pois a cigana que dava muitos filhos ao marido era considerada uma rainha. Considerada como uma mulher que tinha cumprido seus deveres de mulher perante a sociedade cigana.

Sobre sua roupa, há um detalhe, ela gosta muito de dançar, sapateando e da forma que dá vontade na hora, mas sempre com muito respeito. Gosta de dançar com castanholas nas mãos.

Usa um lenço vermelho na cabeça com moedinhas de ouro penduradas no mesmo, formando o formato oval, que vai da testa até a nuca.

Ás vezes ela usa um xale, mas só quando precisa, não é sempre. Gosta de muitas cores, mas sua preferida é o vermelho e detalhes que imitam ser ouro.

Seus cabelos são pretos, longos, bonitos. São fios grossos. Ela é branca. Olhos expressivos, negros, penetrantes. Muitas vezes ela olha bem no fundo dos nossos olhos, como que estivesse penetrando no fundo de nossa alma, e aí nos dá o conselho certo. Gosta de pulseiras, correntes e brincos grandes.

Teve seu desencarne já em idade avançada, mas se apresenta em forma de ter entre seus quarenta até cinquenta anos, não mais que isso.

Este texto não teve o propósito de contar a história da Velha da Estrada, contei apenas passagens que ela nos conta.



Por Sofia Clara e Esmeralda,

Inspiração da Cigana Velha da Estrada,

Em 20 de Maio de 2013.

Blog Magia dos Ciganos do Oriente


6 comentários:

  1. Gostei muito!!!
    Grato pela oportunidade de saber sobre essa linda cigana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço o comentário! :D
      Beijos e feliz 2015 :)

      Sofia Clara Kalinin

      Excluir
  2. Oi... gostei muito e surpreendi em saber que a Cigana Velha da Estrada pois acredito que ela me acompanha... obrigada pela história da vida dela. Salve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leyde! Obrigada pelo seu comentário. :) É sempre uma delícia receber estes mimos. Apenas tenha o cuidado que como digo não necessariamente é a história de sua cigana, mas de alguma da egrégora dela. Espero que isto te ajude a aproxima - la de ti. Ficam meus votos e caso saiba mais dela envie - me. Beijos e fica com Jesus. Sofia Clara Kalinin :))

      Excluir
  3. Amei só tenho uma duvida quanto na imagem de representação qual seria a cor da roupa branca ou vermelha da cigana da estrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, anônimo, boa noite! Pena não deixar seu nome.
      NORMALMENTE ciganos da estrada vem na vibração do vermelho ou verde, porém como nada na espiritualidade é regra. Eu tenho a cigana da Rosa Vermelha da Estrada que apresenta - se vestindo blusa branca, saia e xale vermelho ou quando raramente muda saia e xale rosa. Continua usando o branco... Eu diria para vc seguir sua intuição. Faça uma oração pedindo que ela te abra os ouvidos e olhos para entender a cor que ela desejaria ter se é vermelho ou branco. :)

      Beijos. Sofia Clara Kalinin. Depois volte para contar - nos o resultado rs. Beijos

      Excluir

Adoramos comentários de elogios e poder sanar suas dúvidas. Assim que puder seu comentário será aprovado e respondido.

Com amor Sofia Clara Kalinin