expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Seguidores da tenda

09 outubro 2015

Ramires das Adagas


(Imagem meramente ilustrativa, pintura da divina artista plástica Morgana Farah. Coloque na imagem seu nome na tela).



Segue a canalização:

"Sempre vendi tudo, até água se precisasse para matar a sede e fome de meu povo. Não gosto de falar muito de mim, há personalidades bem mais interessantes a se desfrutar."

Árabe, do deserto. É um cigano do klã dos andarilhos, trabalha com vendas. Sua cor é o azul escuro. Fala pouco e é muito objetivo e sem rodeios, bem direto. Tem um punhal preso a sua cintura. Veio vestido de blusa branca e calça vermelha, cabelos pretos até os ombros. Ramires é do deserto. Mostrou - me a imagem dele andando no vento do deserto com a cabeça coberta com pano azul forte e com apenas os olhos de fora.   (Aqui ele já apareceu de calça e blusa e sem manto na cabeça.)

Ramires seguiu me dizendo: Meu nome não é Ramires das Adagas apenas. Há mais complementos em meu nome, mas isto é de interesse apenas aos meus mediunizados trabalhadores.

Que a luz da Santíssima Trindade possa estar em vossos corações, os ajudando e abrindo as vossas mentes. De um espírito que só quer o bem do mundo.  E precisando vocês e acendam uma vela azul forte ou branca, me chamem e eu ali estarei para lhes tentar ajudar.


Cigano Ramires das Adagas
Sofia Clara Kalinin











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoramos comentários de elogios e poder sanar suas dúvidas. Assim que puder seu comentário será aprovado e respondido.

Com amor Sofia Clara Kalinin