Blog's image

Curta nos no facebook!

Google Translate

03 agosto 2015

As vidas de um viajante no tempo

(Clique na imagem e ela ampliará).

Olá, pessoal!!
Hoje eu vim falar de um livro que trata do povo do Oriente. Chama - se As vidas de um viajante no tempo, da autora Solange Magrin Ruiz. 

Este livro trata das três últimas existências de Omar (nome dado a ele na sua última existência terrestre). Na primeira ele era um curador em época medieval. Na segunda um bondoso rei da Itália. Na terceira e última um egípcio vendedor que passou pelas areias do deserto e lutou para fazer riqueza e montar uma boa clientela. 

Entre as três existências é respeitado e contato no livro o personagem indo para o Astral e a coisas que foi passando por lá, como também contado o que vai acontecendo acerca dos outros personagens que revezam entre plano terra e plano espiritual, hora encarnados e hora desencarnados. 

Não preciso nem dizer que é da terceira vida que Omar teve que eu mais gostei. Justamente quando ele nasce em terras egípcias. Quando Omar desencarna desta última vez é que é mostrado a ligação com o povo cigano. 

No livro vem como montar um altar para os ciganos Beduínos e também uma oração.

É um livro que li, gostei muito e recomendo. Deixo claro que não ganho nada para fazer propaganda, então o que descrevo aqui é apenas um livro que comprei, li, gostei e acho que preencherá a mente das pessoas que se propuserem a ler. Saber dos costumes Orientais e da evolução humana sempre foi meu objetivo na busca destes tipos de livros. 

Hoje ele continua desencarnado e trabalhando espiritualmente com ciganos encarnados. Sua médium é a autora deste livro. 

Obs.: O meu foi comprado na Saraiva em dezembro (29) do ano passado, mas em sebos on line com certeza acha deles. Isto é para quem não tem problemas em ler livros que já foram lidos. Como eu nunca tive problemas com isto, então fica a dica, pois em algumas vezes é bem mais barato e encontramos livros em ótimo estado de conservação.


Sofia Clara Kalinin



27 julho 2015

A toalha de jogo

A toalha de jogo

Por Cigana do Oriente da Campina,
em 18 de agosto de 2014





Só deve jogar com a toalha? Jogar na barra das saias? Jogar em pé? Na mesa? No chão? Na cama?

Quando eu lia para viver. Liamos em troca de moedas, chales, água ou qualquer coisa que cobrisse nossas precisões. Adornos, lenços, pulseiras também era nos dado em troca, mas fiz passagem. Hoje poderia não ler mais, mas o que fazer se gosto? Eu lia em pé e quando aceitavam nos sentávamos. Eu tinha meus mentores. Hoje eu sou mentora. Eu como um espírito trabalhador e sabendo das interferências, muitas vezes cármicas ou não que não desejavam aquela leitura de cartas e nenhum esclarecimento não só indico, como proíbo minha filha de não usar meu véu. No véu contém força de um lado ao outro até por isso ele é imantado na minha energia. Não quero resíduos no chão. Não quero energias rondando e por isto peço e exijo a leitura. Digo eu por mim, espírito guiador que sou e que tenho a missão de fazer  o correto, seguindo o que aprendi. Cada irmão e irmã minha trabalha da forma que deseja. Assim sou eu. Se acharem proveitoso comprem lenço e dê as protetoras de vocês. A toalha serve como um meio de descarregar o inútil e revitalizar o correto. Quem assim não o faz é porque deve fazer sua limpeza de outras formas e tem diferentes fundamentos do meu. Fui questionada sobre isto e aqui sano a dúvida. Um lenço bonito é tão formoso, além de proteger as cartas e cristais de energias externas.
O lenço de cabeça ou toalha podem ser lavados. Importante dizer que assim que vocês comprarem, devem energiza - los, pois não sabemos o que se passa nas fábricas que o fazem.
Não desejo confundir a ninguém, e sim esclarecer. Aos filhos que descordarem disto façam como acham que devem. Os lavem e coloquem um pouco de sal de cozinha mesmo na água. Estendam para secar. Seco, passem um incenso de vossas preferências orando um Pai Nosso. Guarde seu lenço onde preferir e para quem tem baralho enrole - o nele.





24 julho 2015

Ana



Dou as boas - vindas a Ana! Obrigada por fazer parte deste canal de luz. Seja muito bem - vinda. A ti desejo Paz e Luz de Cristo e o aconselho dos povos do Oriente.


Sofia Clara Kalinin





22 julho 2015

Controle das palavras

E a cada vez mais vou tentando exercer o meu papel na sociedade calando mais, ouvindo mais e acima de tudo prestando muito mais atenção no que o outro fala e no que ele faz! Isto não é da minha conta e não afeta - me o nome, mas torna - se quando entra em meu território.

(Clique na imagem e ela ampliará).



20 julho 2015

A todos nesta data feliz dia do amigo!

*Clique para ampliar.

A vibração das cores: cor rosa.




A vibração das cores: cor rosa.

Hoje iremos falar das cores.

          Cada cor representa um sistema, um arquétipo dentro da cromoterapia. Assim como não se deve deixar de usar uma cor, também devemos atentarmos para não usarmos demasiadamente uma única cor. Cada cor tem elementos que influem da psi quique encarnada e desencarnada. O fundamental nas roupas são as cores que elas vibram, fortalecendo assim seus pontos de trabalho. A energia que é trabalhada e enorme.

          O rosa e uma cor que por algum tempo neguei. Pessoalmente a cor que preferia quando encarnada era o azul. 

          Quando passamos a integrar falanges, exércitos, egrégoras precisamos ter algumas cores onde haverá um ponto de força condizente com nosso trabalho.  Atentem bem que não é a cor que mais gostamos, e sim a cor que mais nos serve melhor naquele momento. Ciganos são povos de muitas cores, mas não em específico as cores são ligadas apenas a nos ( os ciganos), tendo sido usadas por povos mesmo antes de terem o conhecimento da etnia cigana e seus meios trabalhistas. Nossa vida e feita de natureza, seja esta natureza humana ou mais natural ainda. 

          Cada mineral, tipos de utilidades , ervas se utilizada em menor grau não tem o efeito que poderia propor. Se utilizada em demasia pode estragar a natureza humana. Na cromoterapia está ordem e obedecida também. 

          A cor que escolhi hoje foi o rosa. Ele usado de menos em pessoas poderá indicar alguns problemas de afetos. Usado em demasia pode fazer a pessoa se entender demasiadamente em seus afetos. Devemos observar que as cores expressam quem somos. 

      Adentraremos o ponto em que desejo tomar nota: o colorido nas roupas e trabalhos.  Este colorido se dá por vários motivos, mas em especial citaremos dois:
A energia das cores e as lacunas que devem ser preenchidas no campo energético. Compreendam que campo áurico e campo energético são coisas distintas.
Por isto normalmente os trabalhos e roupas de vários povos são coloridos. 


Cigana da Rosa Vermelha da Estrada
Sofia Clara Kalinin e Lavínia.






16 julho 2015

Karine Lopes Paulela


Olá, Karine Lopes Paulela!!! Bom ter você aqui. Feliz com sua presença. Paz e luz em sua vida. Abertura de caminhos em sua vida. Beijos! 

Sofia Clara Kalinin




13 julho 2015

Cigana Agatha das Pedras do Oriente





Cigana Ágatha das Pedras do Oriente este é meu nome completo. Sou uma cigana do dia. Deixo com cada um que ler estas palavras todo o axé, formosidade e perfeição possível. Que a luz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja com vocês. Que o Pai Maior esteja com todos vocês.                               

Sou uma cigana com uma certa “leveza” e delicadeza quando estou encostada ou incorporada, pois sei que a matéria de vocês se faz necessário ser assim, porque a matéria de vocês é frágil o espírito de vocês é que é forte.

Tive algumas encarnações como cigana. Na última fui uma espanhola. Casada, com muitos filhos tive a benção de conceber muitas vidas. Deus foi bom e justo comigo. Reencarnei pela última vez em 1843, meu desencarne foi de forma natural, pela velhice. Vi meus netos correndo pelas nossas tendas. 

Apesar de sermos caçados como animais e maltratados, era bom o tempo de encarnada pelas pequenas delicadezas da vida. As festas que fazíamos, pois a vida era dura. O frio tenebroso na Espanha. Os pássaros cantando, os galhos das arvores balançando trazendo a brisa... Havia as partes boas. Como tudo na vida, não é? Tem o lado bom e o ruim. Fui a filha mulher mais nova que meus pais tiveram, fui a ultima cria, fui criada por meu pai e avó, já que minha mãe se foi  –  desencarnei.


Sua aparência: 

Branca, magra, mas não muito. Loira. Vestidos estampados e xales, gosta muito de estampas florais. Ela diz que não tem uma preferencia de cor, porque se utiliza de todas para algum fim de trabalho. Mas flores são lindas as vermelhas e as amarelas. Me chama a atenção dela gostar do dourado, um metal bastante  precioso. Vejo fios dourados em sua saia e também pulseiras, várias nos braços de moedas caídas.

                          


Sobre o trabalho da cigana Ágatha:

Trabalho com a força da cachoeira, sou uma cigana de mamãe Oxum, nos templos divinos. Leio cartas, runas, trabalho com cristais, mas não os leio e trabalho também com as pedras de cachoeiras principalmente as que são encontradas nelas de cor rosa, porque sou uma cigana do clã do amor e também trabalho com a ágatha rosa ou ágatha rosada para transmutação de energias e descarregos. 

Gosto muito de pedir aos meus consulentes para tomar chás. Chás são ótimos magnetizadores, são muito bons para se trabalhar. Dizem e eu concordo que minha energia é calma, na verdade vejo sofrerem de amores e só tendo calma, paciência e discernimento para lapidar dia pós dia o amor em cada ser e o amor entre dois seres em conjunto, o que nem sempre é fácil, pois há contra tempos, mas se está escrito por Deus, assim acontece no tempo previsto sempre. Chá de laranjeira é calmante, muito bom para quem está nervoso.

Voltando a falar um pouco do meu trabalho, gosto de psicografias, de escrever no sentido de dizer ao mundo as verdades, muitas vezes dolorosas do amor.

Venho dizer:
Acredite em vocês! Vocês podem, conseguem e devem lutar por seus ideais, e direito a felicidade todos tem. Mas para que isto ocorra orem sem cessar, peçam que Deus os fortaleçam na fé e na certeza de que o propósito irá sim acontecer! Quando se crê uma porta se abre para que vocês adentrem.

Gosto de perfume de acácia. Minhas flores preferidas também são as acácias brancas ou lilases. Se forem rosas vermelhas ou amarelas.
Trabalho com todas as pedras, mas as minhas escolhidas a preferencia por meu trabalho são as ágatas rosas.

 Por Sofia Clara Kalinin

Pelo espírito da cigana Agatha das Pedras do Oriente






08 julho 2015

Maíra My



Agradeço a Maíra My por ter feito parte do MCO. A ti meu muito obrigada. Desejo que aqui você mantenha - se atualizada em seus estudos sobre a literatura espiritual cigana e também possa colaborar compartilhando suas vivências conosco.
Paz e Luz!


Sofia Clara Kalinin




06 julho 2015

Banhos milagrosos



Tenho trabalhado a tempos e vejo que o que vocês querem muitas vezes é milagre.
Ele existe, mas para acontecer é preciso que haja fé, afinal e neste subterfúgio que trabalhamos na fé.  Tenham fé na hora de fazer um banho, porque o que conta não é o banho em si ( - é claro que usamos os elementos - ), mas é a fé. Isso é o que transforma. É a força mutável.

Cigana Sete Saias do Oriente
Em 22 de novembro de 2013
Por Sofia Clara